VOCÊ ESTÁ AQUI → Instituto de Teologia LogosBlog

6 Passos Para Ministrar Estudos Bíblicos Excelentes

  

biblia-estudos-biblicos

Uma expressão muito usada na igreja é “estudo bíblico”. Muitas pessoas falam da necessidade de mais estudo bíblico na igreja, da importância do estudo bíblico e assim por diante. No entanto, essa expressão “estudo bíblico” está se demonstrando ser polissêmica, isto é, tem um significado para cada pessoa que a ouve e para cada pessoa que a pronuncia. O que, afinal de contas, é um “estudo bíblico”?

Já vimos a expressão “estudo bíblico” ser usada para designar uma série de acontecimentos. Entre eles, podemos citar: uma palestra dada a um grupo ou departamento da congregação; um sermão “diferente”, que não é dado do púlpito ou da tribuna; a explicação de um texto bíblico; o estudo de um livro da Bíblia; o estudo de um tema qualquer utilizando textos bíblicos.

Continuar lendo →



5 Grandes Benefícios do Estudo da Bíblia

  

biblia-aberta-3

Deus deixou sua Palavra, a Bíblia Sagrada ao seu povo para que, por meio dela seu povo viesse a alimentar-se espiritualmente. Da mesma forma como Deus enviava o pão dos céus ao israelitas quando peregrinavam em direção à terra prometida, hoje o Senhor continua enviando alimento espiritual, através de sua palavra enquanto peregrinamos nesta terra em direção ao lar celestial.

Por isso, quero lhe apresentar 5 grandes motivos para você começar (ou continuar) estudando a Bíblia:

Continuar lendo →



Como os Livros do Novo Testamento Foram Aceitos Inspirados?

  

biblia-novo-testamento

O Cristianismo sempre foi uma religião internacional e não restrita a um só povo, como o caso do Judaísmo. Não havia comunidade profética fechada que recebesse os livros inspirados e os colecionasse em determinado lugar, por isso, o processo mediante o qual todos os escritos apostólicos se tornassem universalmente aceitos levou muitos séculos. Felizmente, há mais manuscritos do Novo Testamento do que do Antigo Testamento.

Quatro princípios gerais ajudaram a determinar quais livros deveriam ser aceitos como canônicos:

Continuar lendo →



Como os Livros do Antigo Testamento Foram Aceitos Inspirados?

  

biblia-antigo-testamento

O Cânon do Antigo Testamento foi formado num espaço de cerca de 1046 anos – de Moisés a Esdras. Moisés escreveu as primeiras palavras do Pentateuco por volta de 1491 a.C. e o cânon Antigo Testamento foi encerrado por Esdras e seus companheiros piedosos, que formaram a Grande Sinagoga (120 membros, segundo a literatura judaica), em cerca de 445 a.C.

Os livros do Antigo Testamento formaram o Cânon de maneira lenta e gradual, à medida que iam sendo credenciados, como inspirados por Deus, perante o povo comum, seus líderes, seus profetas e sacerdotes.

A história da formação do Velho Testamento começa com Moisés, que recebeu a revelação divina em várias formas e depois a transcreveu em livros. Ele os redigiu usando livros, tradição oral, oráculos recebidos diretamente de Deus, além do fato de que participou de toda a história narrada entre Êxodo e Deuteronômio (Nm 33:2). Ele recebeu ordens expressas de escrever e relatou os acontecimentos da época.

Continuar lendo →



2 Provas de que a Bíblia Fala a Verdade

  

biblia-caminho-verdade-vida

Os profetas estavam tão cônscios da responsabilidade de entregar a mensagem de Deus (e não suas) que muitas vezes pediam a Deus que os poupasse desse peso. Os escritores do Novo Testamento também reconheceram terem sido guiados pelo Espírito Santo para registrar as revelações de Deus.

A Bíblia é um livro divino-humano: humano porque, escrito por homens, manifesta sentimentos e pensamentos humanos, às vezes em desacordo com os de Deus (ver, por exemplo, os discursos dos amigos de Jó, que o próprio Deus refutou); divino, porque é obra de homens a quem a Palavra de Deus foi revelada.

Continuar lendo →